Juramento de Bandeira

Posted: Março 1, 2008 in Pessoal

 

Estandarte nacional


Existem momentos nas nossas vidas em que nos tornam mais orgulhosos pela pátria onde nascemos, o dia 29 de Fevereiro de 2008, ficará para sempre marcado como um marco histórico para a minha vida, pois foi a partir deste dia que me tornei militar da Republica Portuguesa, e onde jurei perante o Estandarte Nacional,
símbolo de bravura, coragem, sentido do dever, espírito de sacrifício, e abnegação face ao colectivo, representado pela pátria, pela qual me entreguei e onde contém a inscrição camoniana, «Esta é a Ditosa Pátria Minha Amada».

A fórmula do juramento é a seguinte:

«Juro, como português e como militar, guardar e fazer guardar a Constituição e as leis da República, servir a Guarda Nacional Republicana e as Forças Armadas e cumprir os deveres militares.

Juro defender a minha Pátria e estar sempre pronto a lutar pela sua liberdade e independência, mesmo com o sacrifício da própria vida.»

A vontade de gritar e de me fazer ouvir a quando o juramento foi tanto que fiquei rouco. Este juramento não foi só um repetir o que o meu Tenente-Coronel invocava, foi algo muito mais profundo algo que vinha de dentro com um enorme orgulho de ser português.

Comentários
  1. Hélder Lima diz:

    Esta fórmula do Juramento de Bandeira está errada. Por favor verifique a seguinte ligação: http://dre.pt/pdf1sdip/1999/06/146A00/37923843.pdf

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s